O boca a boca ainda é considerado por muitos advogados a principal forma de chegar até os clientes. Mas os métodos mudaram e hoje o marketing jurídico se mostra bem mais eficiente.

Se o seu escritório ainda não investe em marketing digital, saiba que você pode estar perdendo dinheiro por isso. 

Neste texto, você vai conhecer as 4 principais estratégias para advogados e como elas podem colaborar pro crescimento do seu escritório. 

Mas, antes de te apresentar essas estratégias, vou te explicar o que é marketing jurídico. Por isso, continua a leitura. 

O que é marketing jurídico?

Caso você não conheça, esse é o nome dado a técnicas de marketing planejadas para escritórios de advocacia e advogados. O objetivo é trazer mais visibilidade e clientes para a empresa sem ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB.

Atualmente, o marketing digital é o melhor caminho para empresas terem resultados eficientes e se destacarem competitivamente no mercado. Isso também vale para quem atua com direito, por isso há estratégias específicas para advogados. 

Sabendo disso, vou te apresentar as principais estratégias de marketing jurídico a seguir.

1. Inbound Marketing

Entre as estratégias de marketing digital está o inbound que visa atrair clientes de maneira espontânea. Para isso, são criados conteúdos relevantes aos usuários, ensinando sobre algo e resolvendo problemas através deles. 

No marketing jurídico a ideia é mostrar ao possível cliente que o problema que enfrentado só pode ser resolvido por um advogado. 

Existem inúmeras possibilidades para atrair o público com essa estratégia, onde seu escritório pode investir em conteúdos nos formatos:

  • Blogposts;
  • E-books;
  • Infográficos;
  • Posts em redes sociais;
  • Vídeos;
  • Entre outros. 

O interessante do inbound marketing é que a estratégia pode ser combinada a outras para resultados mais assertivos.

2. Site

No marketing digital o site funciona como uma vitrine para as empresas e não seria diferente para os escritórios. É através dessa ferramenta que você será encontrado pelos usuários que precisam de apoio jurídico. 

O site apresentará ao público informações sobre a empresa, como dados de contato e áreas de atuação, por exemplo. 

Além disso, esse espaço possibilita a captação de dados dos usuários para serem trabalhadas outras estratégias. Seu site pode apresentar formulários de contato para que os leads se comuniquem com você. 

Essas informações coletadas através dos formulários serão usadas para outras estratégias, como o inbound marketing que acabamos de falar. 

No geral, para que o marketing jurídico funcione, é indispensável que o site seja responsivo com design simples e intuitivo.

3. SEO

As técnicas de Search Engine Optimization (SEO) são importantes para uma boa estratégia de marketing jurídico. São elas que irão levar o seu site para as primeiras páginas do Google, por exemplo. 

O SEO é um conjunto de técnicas para otimizar sites e conteúdos de modo que sejam encontrados em páginas de busca. Basicamente, os buscadores analisam se o que a página aborda é relevante e pode ajudar ao usuário de alguma maneira. 

Entre as técnicas, está o uso de palavras-chave que são utilizadas nas pesquisas dos próprios usuários. Esses termos aparecem de maneira estratégica no código fonte do site e também nos conteúdos criados por você. 

Desta forma, as páginas apontam ao Google as informações que são necessárias para ser encontrado pelos usuários. 

Se bem trabalhada, a estratégia pode colocar o seu site entre os primeiros resultados de busca, atraindo mais pessoas a ele. É o que chamamos de tráfego orgânico, uma vez que não é preciso investir para aparecer ali, como ocorre com anúncios. 

4. Campanhas de ads

Os anúncios são a principal forma de aparecer para os usuários e ter resultados rápidos entre as estratégias de marketing jurídico. As campanhas de ads podem ser planejadas para o Google e redes sociais, atraindo um público segmentado e realmente interessado em seus serviços. 

Por exemplo, se um usuário buscar por “advogado trabalhista em São Paulo” no Google, os primeiros resultados serão anúncios. Neste caso, os anunciantes aparecem no topo da página e as chances dele entrar em contato é bem maior. 

Estar na primeira página do Google é um sinal de autoridade, ainda mais no topo dela. Os 3 primeiros resultados costumam receber visitas de cerca de 65% dos usuários, por isso é tão necessário aparecer na frente. 

Fora isso, apenas 10% das pessoas avançam para a segunda página no Google. Sendo assim, a resposta para aquela busca precisa estar na primeira página.

As campanhas de ads apresentam retorno praticamente imediato e são ligadas a outras estratégias. 

Ao clicar no seu anúncio, o usuário será direcionado ao site do escritório e pode obter informações sobre você. Ele também terá acesso aos conteúdos do blog, onde pode tirar dúvidas e entender que precisa dos seus serviços. Uma estratégia liga e complementa a outra. 

Se o seu escritório ainda não usa essas estratégias de marketing jurídico, está deixando de ser encontrado pelo público. Nós podemos te ajudar a virar o jogo e ter resultados assertivos todos os meses com marketing digital, saiba como clicando aqui